C. Revista Magnitude Nr. 6

Se o Porto fosse uma mulher seria senhora de muitos encantos. Orgulhosa e genuína, sem medo de dizer o que pensa, caminharia sempre formosa e segura. E, ao mesmo tempo, seria acolhedora, de sorriso enigmático e gargalhada fresca, trazendo na doçura da voz a rebeldia da pronúncia do Norte.

Nesta edição homenageamos as mulheres portuguesas e, em particular, as mulheres do Norte. Falamos de mulheres que marcaram a nossa cidade com graça e garra muito próprias e que contribuíram para o crescimento de uma região que tomamos como “nossa” em constante renovação.

Junte-se a nós nesta viagem e desfrute da leitura que lhe propomos.

 

Consulte a nova edição em aqui.